Colicas. Socorro!! O que fazer?

22.09.2017

 

Quem tem filhos já passou por esta situação: o filho chora insistentemente, irritado sem que nada o conforte. Esta historia é bastante comum, mas é importante lembrar que nem todo choro é cólica ou fome.

 

Como saber se nosso filho esta com cólicas ou não?

 

A cólica se caracteriza por choro e irritabilidade repetitivo, geralmente em um horário pré-determinado (fim da tarde, inicio da noite). Tem início súbito, podendo prolongar-se por duas a três horas no dia. É importante entendermos que a cólica clássica é normal e fisiológica, ou seja, ocorrendo em crianças saudáveis, não existe doença de hora marcada que só ocorra 2 a 3 horas do dia, alguns dias da semana. Esta informação é importante para diferenciar de outros problemas em seu bebê.

 

Para nossa alegria, cólicas tem resolução espontânea por volta dos 3 meses de idade. Não importa se é menino ou menina, branco ou preto, pobre ou rico todos acabam tendo cólica da mesma maneira. Certamente a experiência ajuda, logo, as mães de primeira viagem sofrem um pouco mais. É importante salientar que crianças com cólicas são tão saudáveis quanto crianças sem cólicas.

 

Vários fatores podem piorar a cólica:

 

Muitas vezes, o comportamento da família pode afetar a criança:

 

- Um dia muito atribulado, quando voltamos cansados;

 

- Depressão pós-parto (muito mais comum que se imagina);

 

- Um irmão demandante quando chegamos a casa;

 

- Ingestão de alguns alimentos como: Café, chocolate, chá preto, chimarrão, cigarro e bebida alcoólica;

 

Bebês mais exigentes são relatados como tendo mais cólicas que crianças mais calmas;

 

Manejando a cólica 

 

- Não superalimente seu filho. Lembre nem todo choro é fome;

 

- Caminhe com seu bebê ou carregue-o no carrinho. O contato físico e emocional acalma seu bebê;

 

- Distrai-lo com barulhos da casa, aspirador de pó, maquina de lavar roupas podem relaxá-lo. O uso do bico é uma das alternativas para acalmá-lo;

 

- Envolvê-lo em seus braços para conte-lo e acalmá-lo;

 

- Deitá-lo de barriga para baixo na cama ou na perna massageando levemente suas costas ajudam a relaxar;

 

- Massagem na barriga;

 

- Bolsa de água quente (cuidado com a temperatura!!);

 

- Ginástica com as pernas sobre o abdômen;

 

Quando estiverem tensos ou ansiosos, consigam um membro da família para revezar e permitir que vocês descansem. Não importa o quão impaciente ou irritado vocês estejam, um bebê jamais deve ser chacoalhado.

 

Prevenção

 

Sabendo que é um processo normal e que a maioria dos bebês passa por isto, o melhor remédio é orientar os pais antes que o “caos” se instale. Estes são alguns pontos que devem ser lembrados:

 

- É importante que exista suporte para os pais, pois não é só o bebê que fica estressado;

 

- Os pais não têm culpa do choro do bebê. É importante que ele chore, isso ajuda o bebê a se reorganizar e ninguém é culpado pelas cólicas;

 

- Cólica não é doença;

 

- É importante desligar-se do bebe para descansar. Ficar de plantão 24 horas por dia, além de não ser saudável, prejudica a relação da mãe com o bebê;

 

- Manter um bom contato com seu pediatra para este dar certeza que seu bebê é saudável;

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Destacados

Dicas para escolher o pediatra ideal

September 22, 2017

1/3
Please reload

Procure por Tags
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Black Round

Conversando com os pais

Av. Protasio Alves, 2715 SL 1101

Porto Alegre / RS

Tel: (51) 3334-0296

zepaulo1963@gmail.com